Destaque Lançamento

A Linha como Linguagem: o repertório do visível. (Alejandra Dubovik e Alejandra Cipitelli)

Livro físico

Por:
R$ 98,00

ou 3x de R$ 37,80 com tarifa
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

O leitor vai encontrar aqui a descrição minuciosa de um fascinante projeto desenvolvido pelas educadoras argentinas Alejandra Dubovik e Alejandra Cippitelli, juntamente com diretoras, coordenadoras e professoras de educação infantil, acerca da experiência das crianças com a arte como forma de conhecimento e de comunicação. Um projeto que toma um elemento da linguagem plástica – alinha – como tema de investigação. Busca-se, ao longo do texto, responder a duas perguntas de grande relevância:

1) O que entendemos por fazer arte na escola da primeira infância?;

 2) Qual nível de participação e de desenvolvimento da criatividade permitem as propostas de arte

que fazemos às crianças na escola? As respostas dadas ambas as perguntas descortina um universo de possibilidades tanto para as crianças, que são levadas a construir seus próprios saberes, como para os professores, que são instigados a repensar seu papel e, assim, construir práticas educativas inovadoras. Um livro que oferece aos professores de educação infantil subsídios para trabalharem sua própria criatividade e originalidade, criando contextos que permitam às crianças explorar, experimentar, transformar, relacionar, relacionar-se, inventar, ter novas ideias que abre horizontes para que professores e crianças sejam capazes de transformar o ordinário em extraordinário.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Livro digital: Não disponível

Número de páginas: 216

ISBN: 9786588868027

Formato: 21 x 22,5 x 2 cm (largura x comprimento x altura)

Peso: 0,700 gr

Ano: 2020

Edição 1

Autoras: 

Alejandra Dubovik
Professora de educação infantil especialista em trabalho com crianças até três anos de idade. Participou do curso Rol del Coordinador Pedagógico de las Escuelas de Reggio Emilia (“O papel do coordenador pedagógico em Reggio Emilia”, em tradução livre), pela Redsolare Argentina, realizado pela Universidade Di Tella, em Buenos Aires, e pelo Centro Internacional Loris Malaguzzi, em Reggio Emilia, na Itália. Fundadora (1998) e diretora institucional do Jardim de Infância Fabulinus e da Escola Primária e Secundária Antonio Berni, em General Pacheco, na Argentina. Autora em revistas educativas argentinas, como Vocación Docente, e espanholas, como Infancia de 0 a 5 años e Infancia Latinoamericana de Rosa Sensat. Coautora do livro El Número a través del Juego (1992) e da revista digital Territórios de jogo e exploração, publicada pela Phorte Editora. Participante e ministrante de seminários de formação e capacitação de professores para Educação Infantil, creches, maternais e jardins
de infância de gestão pública e privada no âmbito do Ministério da Cultura e da Educação nas seguintes localidades: Buenos Aires e Santa Fé (Argentina), Montevidéu (Uruguai), São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Curitiba, Águas de Lindoia, Vitória e em outras cidades do Brasil.


Alejandra Cippitelli
Professora de educação infantil especialista em trabalho com crianças até três anos de idade. Participou do curso Rol del Coordinador Pedagógico de las Escuelas de Reggio Emilia, pela Redsolare Argentina, realizado pela Universidade Di Tella, em Buenos Aires, e pelo Centro Internacional Loris Malaguzzi, em Reggio Emilia, Itália. Diretora e sócia-fundadora no do Jardim de Infância Fabulinus e da Escola Primária e Secundária Antonio
Berni. Em parceria com Alejandra Dubovik, foi colaboradora das revistas Infancia Latinoamericana e Territórios de jogo e exploração, e dos seminários de formação e capacitação de professores para Educação Infantil, creches, maternais e jardins de infância realizados em diversas localidades da Argentina, do Uruguai e do Brasil.

Confira também